ACNE.Novo Guia de Cuidados atualizado pela Academia Americana de Dermatologia

Acne

Professor-assistente de Dermatologia no Mount Sinai Medical Center – um centro de referência para o tratamento de doenças da pele – o médico Whitney Bowe deu uma ótima aula no Congresso da Academia Americana de Dermatologia,realizado em Washington,DC este mês , sobre as questões práticas que cercam o tratamento da acne e as recomendações da Associação Americana de Dermatologia sobre o tema. Transcrevo aqui alguns tópicos que podem ajudar pacientes que sofrem com esse problema.

FullSizeRender-11
Sobre o uso de antibióticos
“A resistência aos antibióticos tornou-se um tema mundial e não apenas no que se refere à dermatologia. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), órgão do governo americano, já pontuou que devemos pensar e investir em um uso mais responsável de antibióticos. O ideal é administrarmos esse tipo de medicamento por, no máximo, três meses. No caso específico do tratamento dermatológico, recomendo que o antibiótico, tópico ou oral, nunca seja usado como monoterapia. Seu uso deve estar associado a outros medicamentos e/ou procedimentos. Aos pacientes, precisamos explicar que o simples uso de antibiótico pode causar outros problemas a longo prazo, além de não resolver a questão da acne”.

roacutan_2
Isotretinoína oral

“As diretrizes recomendam isotretinoína oral para acne grave ou moderada que não responde a outras terapias. Sabemos, porém, que esse composto está associado a um risco elevado de malformações congênitas. Portanto, mulheres que tomam isotretinoína precisam ter em mente que, durante o tratamento, devem evitar engravidar. Outro ponto importante: há estudos que sugerem uma ligação entre esse medicamento e a ocorrência de casos de depressão e doenças inflamatórias do intestino, como a doença de Crohn e a colite ulcerativa. Não há, no entanto, evidências conclusivas. É fundamental que os pacientes estejam cientes dos riscos associados e sigam fielmente os conselhos do médico. Neste caso, creio ainda ser importante informar às mulheres que contraceptivos orais também apresentam bons resultados no tratamento da acne”.

Peeling-de-Cristal-e-Diamante-2
Peelings químicos e tratamentos a laser
“Estudos limitados nos mostram que procedimentos como peelings químicos e tratamentos a laser podem ajudar no combate à acne. Mesmo assim, a Associação Americana de Dermatologia não recomenda essas terapias. Pessoalmente, creio que alguns procedimentos têm eficácia para determinados pacientes, mas nem sempre apresentam resultados realmente significativos”.

eating-400-calories

Dieta

“Algumas pesquisas indicam que o consumo de produtos lácteos (em especial, o leite desnatado) e produtos ricos em açúcares refinados pode estar ligado à ocorrência da chamada à acne glicêmica. No entanto, neste momento, as diretrizes afirmam que não existem dados suficientes para recomendar mudanças na alimentação de todos os pacientes com acne. No consultório, eu proponho mudanças na dieta de pessoas que percebem uma relação entre o que comem ou bebem e o efeito em sua pele. Mas aviso que essas mudanças só serão realmente eficazes se associadas à terapia padrão da acne. E deixo claro aos pacientes que eles não terão um efeito dramático sobre a pele apenas seguindo uma dieta diferente. A dieta é um aliado, não a arma principal no combate à acne”.
Abordagem ao paciente
“Quando recebo uma paciente adulta, que luta, por exemplo, contra um tipo de acne com forte componente hormonal, geralmente começo a conversa com uma explicação sobre o uso de espironolactona, sozinha ou combinada a contraceptivos orais. Mas costumo a fazer isso em combinação com uma terapia tópica. Por sinal, na prática diária do consultório, gosto de trabalhar com tratamentos mais abrangentes, que alternam medicamentos, peelings químicos e dieta, além do uso de produtos tópicos. Creio que é o tratamento mais bem-sucedido”.

Se voce desejar saber mais sobre os tratamentos acesse o nosso site: www.espacosauderio.com.br

6 opiniões sobre “ACNE.Novo Guia de Cuidados atualizado pela Academia Americana de Dermatologia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *